Páginas

21 de novembro de 2011

Árion e Despina

Este conto envolve duas divindades da natureza em um caso de amor nada convencional.


Quando a filha Perséfone é raptada, Deméter passa a vagar pela Terra a procura da filha. Muitos deuses, nesse tempo, passam a cortejá-la, todos sem sucesso em suas tentativas. Porém, um deus não aceita a recusa e começa a persegui-la. Deméter se metamorfoseia em um cavalo para fugir do deus dos mares e se mistura à uma manada nessa tentativa. Poseidon, por ser o criador dos cavalos, consegue perceber aquela que não era originalmente uma égua e, sob a mesma forma animal, possui relações com Deméter.

A deusa, indignada com tal atitude, deixa o Olimpo. As terras deixam de ser férteis e a Fome passa a reinar, pois sua deusa antagônica deixara seu trabalho de lado. Após vários apelos de Zeus para que ela voltasse a reinar sobre as terras, que Deméter aceita.

Ela vai até o rio Ládon se banhar, devido ao fato do rio ser capaz de apagar mágoas e ressentimentos. Nesse momento, Deméter dá a luz a dois filhos, uma criança e um cavalo, chamados Despina e Árion, respectivamente.

Árion
Era um cavalo de crinas azuis, nascido com o poder da fala e de ver o futuro. Talvez o cavalo terrestre, mais rápido da mitologia grega, possuía o dom de salvar os heróis rapidamente e com bravura, e levá-los para locais seguros longe do perigo.

Em The Son of Neptune Árion é um cavalo muito selvagem capturado pelas amazonas. Ele não deixa ninguém chegar perto dele, porém quando Hazel chega perto dele, ele permite que ela o acaricie. O resto apenas lendo o livro.

Despina
Após ter Despina, Deméter continua sua busca por Perséfone, deixando a nova filha à própria sorte. Poseidon também nada sabia ou se importava com a filha. A criança foi encontrada e cuidada por um titã. Representa o inverno, o contrário à sua meio-irmã. Ao passo que durante a primavera Deméter e Perséfone cuidavam da natureza, quando o inverno chegava Despina acabava com o trabalho da mãe e da meio-irmã. Odiava também Poseidon, e durante o inverno congelava os lagos. Assim, possuía pleno poder sobre os domínios de seus pais.




Fonte -> Olympians BR

Nenhum comentário:

Postar um comentário