Páginas

28 de junho de 2011

Tradução dos desenhos

A bia pediu para eu traduzir as falas dos personagens no desenho que eu postei a alguns dias.
Então, eu traduzir! TARAM! Espero que gostem:










Tradução das falas: (PS: as traduções não ficaram boas, porem eu tentei!)



Percy: Annabeth!
Annabeth: ...Percy?

Percy sai correndo para abraça-la

Annabeth: O que..?!  ( com mta raiva rsrs), e "bate" nele)
Annabeth:Não olhe para mim desse jeito!Onde você vai saindo e pega você mesmo sequestrado?
Annabeth: Deve ter realmente chateado Hera para ela puxar isto fora...

Percy: Eu pensei que era a sua coisa,  menina sábia ...

Annabeth: Oh deuses Percy, eu sinti tanta a sua falta!



OBS: Dps eu traduzo a outra imagem, beijos ;)

27 de junho de 2011

Lançamento de Alerta de Tempestade


Alerta de Tempestade


Hoje temos uma boa notícia para você que ainda não encontrou “Alerta de Tempestade” na livraria de sua cidade: o livro já está sendo lançado e distribuído para todo o Brasil!
Agora você já pode ir à livraria mais próxima e comprar o seu!
Caso ainda não tenha nas livrarias de sua cidade, você pode comprar pela internet no site da livraria Ática.

Bate-Papo com Rick Riordan e James Patterson!!!!


RickandJames
O vídeo do bate-papo ao vivo com Rick Riordan e James Patterson no mês passado, em que Rick Riordan revela muitos segredos e provoca-nos com muito conteúdo de The Son of Neptune, já está online!
Se você não teve a chance de ver o bate-papo ao vivo por webcast, você pode assistir a coisa toda aqui:



http://www.rickandjameslive.com/  E Percy Jackson br

25 de junho de 2011

Novos desenhos ;D

Oi pessoas! A  burdge-bug postou novos desenhos da galera de percy jackson, mas ela desenhou a Annabeth e o Percy na série Os Heróis do Olimpo!

Vejam:







( É como se fosse o reencontro do Percy com a Annabeth no livro 2 da série Os Heróis do Olimpo)













( Amei esse!!!!!!! )

24 de junho de 2011

Novo livro da série Cahill vs. Vespers


A Scholastic divulgou no site americano de The 39 Clues a capa do segundo livro da série Cahill vs. Vespers (continuação da série The 39 Clues, que terá seis livros):


Clique para ampliar

A data prevista para o lançamento é 6 de Dezembro, ainda este ano.




Fonte: http://www.the39clues.com/

Lançamento do Herói Perdido na saraiva

Oi semi deuses! Tudo bem? Hoje eu resolvi postar as fotos do evento do dia 18 do livro "O Herói Perdido"!


 Aqui o link: https://picasaweb.google.com/114834478100750931684/LancamentoDeOHeroiPerdido




Eu não postarei as fotos porque são muitas, quem quiser é só entrar no link.


Outra coisa! Trago novas notícias! Lembram do quadrinho do livro 1 da série Percy Jackson e os Olimpianos? No evento (sim, eu estava lá e ganhei prêmios ;D ) o pessoal da intrínseca nos disseram que na Bienal deste ano vai ser lançado o livro 1 da série Percy Jackson e os Olimpianos em quadrinhos (O ladrão de Raios) ! E mais : Eles estão tentando trazer o RICK RIORDAN para a Bienal!


E ai? gostaram das novidades?
  Beijinhos e até +



Fotos:


   _> o HQ do livro 1 ;D


21 de junho de 2011

The Throne of Fire em áudio!


Agora podemos curtir os 2 primeiros capítulos de The Throne of Fire em áudio. Imaginem só, escutar as aventuras de Carter e Sadie como se estivessem contando para você!!
É para colocar no seu ipod, mp3, mp4… e sair curtindo por aí as aventuras desses dois grandes Feiticeiros!!
Está disponível para download, em inglês, mas é bem divertido.  Vocês podem baixar no site oficial The Kane Chronicles clicando aqui.

20 de junho de 2011

(Blog) Um post do dia dos pais


No evento BooksmART em Dallas na semana passada, uma das coisas que mais me impressionou foi a quantidade de pais que levaram seus filhos. Apesar da multidão e do calor, esses pais estavam muito felizes em esperar sob um sol escaldante para deixar seus filhos me encontrarem e eu assinar seus livros. Todos pareciam estar de bom humor. Eu sempre amo ver os pais virem com seus filhos em eventos de leitura, e isso me faz apreciar como meu pai me iniciou na minha carreira de autor. Eu já fiz vários posts de Dia das Mães, mas este final de semana parece apropriado para homenagear meu pai, o primeiro contador de histórias da minha vida.
As imagens acima foram desenterradas do meu álbum de família mais velho. Foi um milagre elas sobreviverem ao incêndio que destruiu a casa da minha mãe em 1980, o que oferece uma ótima lembrança dos meus primeiros anos.
Meus pais se casaram muito jovem, e não planejaram ter um filho tão cedo. A primeira foto mostra meu pai me segurando com uma roupa de bebê Aggie, já que ambos meus pais foram à escola no Texas A & M. O que me impressiona é como o meu pai estava parecendo jovem nessa foto — ainda mais jovem do que meu irmão Brady agora, e eles são muito parecidos. Eu tinha trinta anos quando meu primeiro filho nasceu. Mesmo assim era difícil. Isso me dá faz ter muito valor pelo trabalho que meu pai teve quando eu nasci e ele estava ainda saindo da escola. Eu me lembro que ele era paciente e cuidava de mim com um ótimo senso de humor. Eu dúvido que eu poderia ter feito tão bem aos meus vinte anos. Não — com certeza não poderia.
Abaixo, é uma foto do meu pai me apresentando ao Golfo do Texas. Meu pai adora a costa, e se mudou para Port Aransas, e onde provavelmente esta foto foi tirada. Uma das minhas primeiras lembranças são eu e meu pai acampando na praia, projetando uma bandeira para tremular sobre nossa barraca como se estivéssemos montando um castelo medieval. Nós alimentávamos gaivotas, montávamos castelos de areia fantásticos e comíamos sanduíches com areia. Eu vou admitir que eu não era muito chegado ao oceano quando eu era jovem, e hoje eu ainda preciso de um pouco de coragem para me aproximar da praia. Medusas e águas profundas me assustavam. Vísceras de peixe me colocavam pra fora. E o filme “Tubarões” não ajudou muito. Mas eu ainda tenho ótimas memórias dessa época. Mesmo a época em que meus pais me acordavam no meio da noite rapidamente para escaparmos de um furacão — um retrospecto, a memória está muito viva.
Terceira foto: Outro tiro na água! Eu acho que é a piscina pública Alamo Heights em San Antonio, embora eu possa estar errado. Eu sei que nós fomos lá muitas vezes. Meu foi e é um grande fã de água, acho que foi por isso que eu cresci e escrevi sobre Percy Jackson, o filho do Deus dos Mares!
A próxima foto é datada de: 1º de Junho de 1965, quando eu tinha mais ou menos um ano de idade. Meu pai está me levando ao San Antonio Zoo, um dos melhores zoológicos do meu país, onde passei uma boa parte da minha infância, Minha parte favorita eram as máquinas Mold-a-Rama, onde eu fazia réplicas de cera dos animais que eu via. O surpreendente é que essas máquinas funcionam até hoje, então tenho que levar meus filhos lá para começar suas próprias coleções. Na verdade, eu tenho foto comigo e meus filhos, Haley e Patrick, que são muito parecidas com essa foto minha com meu pai.
A foto a seguir — ah querida! Como essa foto foi parar aí? Esse é meu pai com minha avó materna me dando um banho no quintal. Sim, esse é o tipo de foto que seus pais ameaçam mostrar para sua namorada quando você crescer. Porque eu estava tomando um banho no quintal? Devia ser porque eu estava brincando com a lama. Ou, isso possivelmente aconteceu antes de existir água encanada. Não … provavelmente era a lama.
A foto preta e branca: novamente, é incrível como meu pai se parece com meu irmão mais novo, ou vice-versa. Esta é a primeira foto de mim e meu pai juntos, logo depois que eu nasci no Hospital Metodista, em San Antonio. Ele parece muito calmo, já que eu não estava programado. Aconteceu da seguinte forma, o médico que iria me entregar estava prestes a sair de férias, e então ele foi para a sala de cirurgia usando uma roupa Havaiana. Novamente, os ecos da vida de Percy Jackson! Eu fui mesmo entregue pelo Dr. Tommy Bahama.
Abaixo é uma cena que qualquer pai pode se relacionar: total exaustão. Eu não tenho certeza de quem está mais apagado na foto, eu ou meu pai, mas também eu pareço muito seguro e confortável. Quando eu era um pouco mais velho, eu me lembro claramente que eu ia rastejando para a cama de meus pais e se abraçava com meu pai, ouvindo sua respiração até adormecer. Ele tinha uma forte e reconfortante presença.
Abaixo mostra eu olhando para o meu pai muito surpreso, devia estar pensando “Caraca! Esse é meu pai!”. Meu pai parecia feliz e relaxado, apesar do fato de que ele estava fazendo malabarismo entre a Faculdade A&M e a paternidade inesperada.
Finalmente, uma foto onde eu estou na rua a procura de trabalho. Sim, a vida era difícil naquela época. Não … na verdade eu adoro essa foto. Você tem que cavar o chapéu. Obviamente eu tinha acabado de aprender a andar, e esses foram alguns dos meus primeiros passos.
Isso mostra a você o sentimento entre eu e meu pai, em nossos primeiros anos juntos, mas uma coisa que não mostra é o quanto nós líamos juntos. Meu pai lia para mim o tempo todo. Eu ainda tenho a cópia surrada de Tales of the Western World, agora a muito tempo fora das vendas, da onde meu pai lia para mim sobre os mitos dos nativos americanos e contos dos antigos pioneiros. Lá começou o meu amor durante toda minha vida pela mitologia. Eu também amava Doctor Seuss e P.D. Eastman’s Go, Dog, Go que eu fiz meu pai ler para mim várias vezes. Hop On Pop, com certeza foi um dos meus favoritos, especialmente quando ele me deu a desculpa de correr e saltar na barriga do meu pai, que ele aceitava bem, apesar de eu não ser uma criança brilhante.
Quando me tornei professor a alguns anos atrás, eu costumava fala o quanto é importante a leitura para as crianças. Ter pais que leêm é muito importante, pois a criança verá que a leitura é uma parte importante e agradável da vida familiar. O que muito vezes eu não reconheço é o quanto meu pai influenciou no meu desenvolvimento. Ele tomava tempo para ler. Ele amava histórias, e ele implantou esse amor à leitura em mim.
Ele também deixou claro que valorizava a criatividade, e nutriu seu próprio lado artístico. Quando eu era muito novo, ele me iniciou na cerâmica, ensinou a usar a roda, e fez amizade com um ceramista local que o ensinou a construir e a utilizar um forno. Eu aprendi com ele, primeiro nos estúdios de arte do Museu McNay, depois com o seu amigo extremamente hippie em seu acampamento/estúdio de arte construído a partir de uma cúpula de radar de cabeça para baixo em um bosque perto de Universal City. Eu nunca fui muito bom na roda de cerâmica, mas eu adorava fazer esculturas em argila, e ir ajudá-lo a fazer uma estátua do “Deus do Forno”, uma espécie de talismã de boa sorte para um novo forno, que supostamente ajudou a não deixar quebrar os potes quando acionado o forno. Falando de mitologia!
Comecei a fazer dinossauros de argila também. Nos finais de semana quando meu pai ia a shows de arte vender seus artigos de cerâmica, ele me levava junto para eu vender meus dinossauros. O surpreendente é que eles eram vendidos. Eu me lembro de uma peça em particular que saiu do forno do jeito que ela derreteu. Parecia que o dinossauro tinha tido um ataque do coração. Meu pai falou, “Certo, traga isso, talvez algum otário vá compra-la.”
Com certeza, um cara veio ao nosso estande e riu ao ver o dinossauro deformado. Ele pegou o dinheiro e eu virei orgulhosamente para o meu pai e disse, “É pai, você estava certo! Algum otário comprou isso.” Meu pai ficou vermelho e manteve seu sorriso forçado no lugar, balançando a cabeça para eu me calar. O cara comprou a estátua mesmo assim.
A questão é: Meu foi era uma pessoa criativa e um contador de histórias. Assim como minha mãe, ele também era professor, e trabalhou na Escola Pública de San Antonio por vários anos. A base para formação do que eu sou hoje, começou nesses primeiros anos, vendo e aprendendo com meu pai. Sem um modelo forte como o dele, eu duvido que eu me tornaria um escritor.
Então, para o meu pai — Muito obrigado! Não tenho palavras para você. E obrigado a todos aqueles pais que tiram um tempo para ler com seus filhos, incentive a imaginação e invista nos interesses deles, mesmo que isso signifique ficar em pé uma hora em baixo de um sol forte esperando para ver um autor! Você não deve saber o maravilhoso presente que está dando para o seu filho, mas acredite em mim — o valor pelo o que você está fazendo é imenso. Feliz Dia dos Pais para todos.

19 de junho de 2011

(Blog) Memórias da turnê


Rick Riordan postou em seu blog sobre os presentes que recebeu durante a turne de The Throne of Fire:
Eu acabei de receber um pacote de coisas no e-mail, coleções de cartas, desenhos e outras coisas legais que os fãs me mandaram sobre as minhas series, que eles levaram para mim durante a turnê de “The Throne of Fire” – ( tradução livre “O Trono de Fogo”) no mês passado. Meu editor acompanhou tudo isso porque eu não poderia acompanhar esse conteúdo, durante a viagem, e agora tenho a chance de olhar para trás e lembrar todos os grandes momentos da turnê.
Acima tem uma pequena amostra das coisas que os fãs me mandaram. Primeiro, uma bela Taça de Gratidão ‘de Noelle e Eric do ZPOTS studio pottery, em Vermont. Meu pai era um oleiro, e algumas das minhas memórias mais afeiçoadas da infância eram fazer dinossauros de cerâmica com sua ajuda , então freqüentávamos feiras de arte no final de semana com ele onde tínhamos de vender nossas coisas. Então, eu sempre aprecio a cerâmica. Obrigado, pessoal!
O esboço em preto e branco de Percy em frente ao Saint Louis Arch é por Daniel H. Grande trabalho devo dizer, obrigado Daniel! Que você deve ter levado um longo tempo…
Agora o desenho das Crônicas dos Kane é de Kyle O, leitor / artista que esperou muito tempo para me conhecer. Obrigado por ter vindo para o evento!
O desenho colorido é de Percy, por Paul R., de 10 anos, de Missouri. Percy com certeza está feroz!
Abaixo disso é uma foto de mim com Sophia S. na Associação da Biblioteca do Texas no ano passado. Sua mãe trouxe-me uma cópia da foto, desta vez, e foi ótimo vê-los novamente!
A próxima foto é Bobby, com sua excelente fantasia de Halloween como Poseidon. Cuidado com o tridente, Bobby. Nós não precisamos de mais furacões!
Um dos meus favoritos é da Olivia M. Chamou atenção, o esboço de Grover me oferecendo uma lata de sopa. Você pode acreditar Olivia fez isso enquanto espera na fila? Isso é muito talento! E, obrigado pela lata de sopa, Grover.
O estábulo cheio de monstros foi desenhada por Katie M., que deve realmente amar os animais. Ela ainda assina o ‘i’ no seu nome com uma cópia da pata. Muito Inteligente!
Obrigado a Kayleigh, que desenhou o logo da “Booktastic” enquanto esperava na fila!
A imagem guerreira de Nico di Angelo é um presente de Raphael P. Eu definitivamente não iria mexer com Nico aqui. Parece que ele está de mau humor…
E finalmente, obrigado a Mandy R. pela versão mangá de Percy, Grover e Annabeth. Eles se parecem com eles, estão prontos para se juntar ao elenco de um dos programas de anime que meus filhos assistem!
Algumas das guloseimas não ilustradas:
Mariah A. compartilha uma carta maravilhosa sobre como Percy Jackson mudou a vida dela. Ela é DDA/disléxica, e ela queria que eu soubesse que esses livros transformou-a em uma leitora. Eu não poderia imaginar um maior elogio, Mariah. Obrigado e continue lendo!
Lily T. compartilha uma nota e um link para seu blog sobre a leitura. Assim que se faz, Lily! Boa sorte com seu blog.
Sigrid (nome grande na mitologia) da Polônia, Maine queria que eu soubesse que meus livros são tão populares em sua escola que as crianças estão apelidado cada uma delas de um dos meus personagens. Ela é Thalia. Boa escolha!
Adri K. me deu uma carta de agradecimento e disse que seu “desejo se tornou realidade” quando escrevi A Pirâmide Vermelha e O Heróis Perdido. Ela critica todas as outras crianças na linha de autografos que afirmam serem meus maiores fãs. Ela diz que é a minha maior fã. Bem, eu agradeço, mas eu não quero causar qualquer competição ou luta. Tanto quanto eu sei, todos os meus fãs são os maiores.
Sabah M. compartilhada uma cópia do seu relatório da escola, “If You Knew Me”, que fala sobre o quanto ela ama a série Percy Jackson. Ela fez uma grande pesquisa para o relatório. Até eu aprendi coisas sobre mim… Muito bom!
Obrigado a Tracey Bromley Goodwin e Oberacker Holly por compartilharemde uma cópia de seu livro, “Navigating ADHD”. Eu não tive a chance de ler ainda, mas podemos usar mais livros sobre o assunto para famílias que procuram informações, confiança e apoio!
E, finalmente, obrigado à classe de literatura do Sexto Ano da Mrs. Milsark, da escola Ft. Zumwalt West Middle School pelo cartaz fantastico. É muito grande para scanear, mas todas as crianças assinaram com ótimos comentários. Espero que todos tenham um verão maravilhoso e continue lendo!
Isso é apenas uma pequena fração do material que recebi durante a turnê, mas como você podem dizer, eu tenho o melhor emprego do mundo, e os melhores fãs. Obrigado a todos os outros que escreveram, também. Infelizmente, não sou mais capaz de responder pessoalmente a todos por causa do grande volume de cartas, mas eu leio suas cartas e as aprecio muito! De tempos em tempos, eu atualizo minha página FAQ para responder às perguntas que eu recebo aos montes.
Mais notícias: Estou trabalhando incansavelmente ao longo do verão para terminar As Cronicas dos Kanes 3. Sem título ainda – que será a última coisa que vai vir a mente, mas o trabalho está indo bem. O Filho de Netuno está programado para o dia 04 de outubro. Mal posso esperar para compartilhá-lo com vocês!
Tudo está indo bem aqui na casa de Zeus. É um verão quente e seco no Texas, mas nós passando muito tempo na piscina (quando eu não estou escrevendo, é claro). Na noite passada eu estava nadando ao pôr do sol, observando os mexicanos sem cauda, um espiral de morcegos capturando mosquitos…. “Vai, morcegos!”
Minhas leituras recentes:
“No Jardim dos Animais” por, Erik Larsen: uma história fascinante sobre o embaixador americano para a Alemanha nazista na década de 1930. Hindsight é 20-20, mas este livro faz um bom trabalho recapitulando um momento em que todo mundo estava desesperado para acreditar que os nazistas realmente queria paz. O livro mostra como a filha do embaixador idealistas jovens inicialmente comprado em carisma de Hitler, mas logo percebeu a verdade. Uma história arrepiante e fascinante, No Jardim dos Animais mostra como uma nação inteira de pessoas de outra maneira razoável pode ser seduzido por um movimento mal, e manteve paralisado pelo medo.
“A busca para WondLa”, por Tony DiTerlizzi. Este livro faz-me desejar que eu poderia desenhar. Do co-criador das Crônicas de Spiderwick The Search for Wondla é um cruzamento fabuloso entre ficção e fantasia. A historia conta sobre uma jovem, que cresceu em um Bunker subterrâneo por um robô maternal,e é subitamente forçada para a superfície e descobre que o mundo está mudado radicalmente – se ele é mesmo o planeta ela achava que era. A história é fascinante por si só, mas as ilustrações adicionam uma nova dimensão para a aventura. Altamente recomendado.
“Satori”, de Don Winslow. Este é um dica para um dos thrillers mais amados de todos os tempos, por Shibumi Trevanian. Pisando em tantos anos depois de reencarnar o herói assassino-Hel Nicholai é uma grande empresa. Eu só posso imaginar o quão difícil deve ter sido a Don Winslow, mas ele faz um trabalho fabuloso. O personagem de Nicholai é fiel à forma, e a história é rica em detalhes autênticos da Guerra Fria de 1950. Se você gosta de thrillers e intriga internacional, você não pode perder este.
É isso por agora. É melhor eu voltar a escrever! Espero que todos tenham um verão seguro e relaxante, cheio de bons livros!

Domingo é dia de Mitologia: Adônis








As mitologias fenícia e grega era um jovem tido como modelo de beleza masculina e extremamente carismático, que também teve sua imagem estreitamente vinculada a mitos vegetais e agrícolas desde a antiguidade. Múltiplas lendas descrevem sua origem e uma delas diz que seu nascimento foi fruto de relações incestuosas entre Mirra e seu pai Théias, Rei da Síria, que enganado pela filha, com ela se deitou. Descoberta, para não ser morta pelo pai, pediu ajuda aos deuses, que a transformaram então na árvore que tem seu nome. Da casca dessa árvore ele nasceu. Maravilhada com a extraordinária beleza do menino, a deusa grega do amor e da beleza sensual, Afrodite (Vênus), e tomou-o sob sua proteção. Menino crescido ele e Afrodite se apaixonaram, mas a felicidade de ambos foi interrompida. Ares (Marte), o deus da guerra e amante de Afrodite, ao saber da traição da deusa, decide atacá-lo enviando um javali que lhe desferiu um golpe fatal. Afrodite, que corria por entre as silvas para socorrer o seu amante, feriu-se e o sangue que lhe escorria das feridas junto com o do amante transformou-se em rosas vermelhas. Outra versão da mito conta que Afrodite transmutou o sangue do amado numa anêmona. O jovem morto desceu então ao submundo, onde governava ao lado de Hades (Plutão) a esposa dele, a deusa Perséfone (Prosérpina), deusa dos infernos. Afroditeentão instituiu uma celebração anual para lembrar sua trágica e prematura morte. Esses festivais anuais ocorria nas cidades gregas e egípcias, na Assíria, na Pérsia e em Chipre (a partir do século V a.C.) e durante os rituais fúnebres, as mulheres plantavam sementes de várias plantas floríferas em pequenos recipientes, chamados jardins de Adônis. Entre as flores mais relacionadas a esse culto estavam as rosas, tingidas de vermelho pelo sangue derramado por Afrodite ao tentar socorrer o amante, e as anêmonas, nascidas do sangue dele. Perséfone, compadecida pelo sofrimento de Afrodite, prometeu restituí-lo com uma condição: ele passaria seis meses no submundo com ela e outros seis meses na Terra com Afrodite. Entretanto, Perséfone também apaixonou-se por ele e logo o acordo foi desrespeitado. Isso causou um grande desgosto em Afrodite, e as duas deusas tornaram-se rivais. A peleja entre as duas deusas só terminou com a intervenção de Zeus, que determinou que o rapaz seria livre quatro meses do ano, passaria outros quatro com Afrodite e os restantes quatro com Perséfone. Assim tornou-se então o deus oriental da vegetação, simbolicamente morrendo no inverno, quando desce ao submundo e juntando-se a Perséfone, e regressando à Terra na primavera para juntar-se a Afrodite. Embora seja mais conhecido como divindade grega teve, no entanto, origem na Síria, onde era cultuado sob o nome semita de Tamuz, eternamente jovem, ligado à vida, à morte e à ressurreição, e associado ao calendário agrícola.

17 de junho de 2011

Logan Lerman confirmado e Thor Freudenthal como diretor


O site 24 frames, que faz parte do jornal LA Times, postou mais novidades sobre o filme O Mar de Monstros. Segundo o site, Logan Lerman foi confirmado para repetir o papel de Percy Jackson e o diretor do filme será Thor Freudenthal, mais conhecido por dirigir Um Diário de um Banana.

Confira abaixo todo o texto postado pelo 24 Frames:

EXCLUSIVO: “Percy Jackson e os Olimpianos: O Ladrão de Raios” foi um sucesso razoável quando foi lançado no inverno de 2010: O filme que imerge no mundo da Mitologia e é baseado nos livros bem vendidos de Rick Riordan arrecadaram $89 milhões na bilheteria americana e outros $137 milhões ao redor do mundo.
Agora, a continuação tem a esperança de ampliar a franquia baseando nessa base de fãs.
De acordo com uma fonte próxima a produção que pediu para não ser identificada por causa do risco de debates, o estúdio Fox 2000 oficializou sua opção pela estrela Logan Lerman, o que essencialmente significa que o ator está confirmado para reprisar seu papel como Percy Jackson no novo filme. A companhia também contratou o diretor Thor Freudenthal, mais conhecido por ter tomado a frente do semelhante filme best com um garoto protagonista “Diário de um banana;” ele vai continuar de onde o diretor de O Ladrão de Raios, Chris Columbus, deixou. (Columbus só vai produzir este novo filme.)
Scott Alexander e Larry Karaszewski, os escritores bem recomendados de “Ed Wood” e do sucesso infantil “O Agente Teen,” foram contratados para escrever o roteiro. A idéia, contou a fonte, é acelerar com esse novo filme, para que esse seja lançado o mais cedo possível em 2012.
O primeiro filme “Percy Jackson” introduziu o mundo para um garoto comum, que descobre que é filho do Deus Grego Poseidon. O Segundo livro de Rick Riordan, do título “O Mar de Monstros”, acompanha Percy e seu grupo de amigos na medida que eles saem para o mar de monstros para buscar o Velocino de Ouro, assim como para resgatar um amigo que foi capturado lá. É esperado, no entanto, que a continuação englobe outros títulos dos livros Percy Jackson, incluindo “Mar de Monstros.”
É fácil entender o interesse de um studio nos direitos de Percy Jackson: Além dos cinco livros que o Rick Riordan escreveu para a série, ele trabalhou em diversos subprodutos, incluindo o popular “Arquivo dos Semideuses”
Qualquer novo filme de Percy Jackson teria que lidar com a questão da idade: Lerman já está com 19 anos na vida real (o primeiro filme envelheceu o personagem de 12 para 17 anos) enquanto o núcleo principal da base de fãs pode mudar os seus gostos rapidamente.
Novamente, existe o fator estimulante: Depois desse verão, provavelmente haverá um público sedento por filmes de garotos em aventuras fantásticas, mas sem “Harry Potter” para saciá-los.

Rick Riordan introduz em série lado romano dos deuses gregos


Os livros para o público infanto-juvenil trazem consigo uma característica muito interessante. Normalmente eles estimulam a leitura de tal forma que os leitores acabam se aprofundando em tudo que diz respeito ao universo de sua série favorita.
Divulgação
Rick Riordan agora usa adaptações romanas da mitologia grega em livro
Rick Riordan agora usa adaptações romanas da mitologia grega em livro
Com "Percy Jackson e os Olimpianos" não foi diferente. Os jovens que começaram a ler as aventuras do filho de Poseidon dos dias atuais sabem na ponta língua mitos gregos complexos, nomes de heróis e a origem de diversas tramas da mitologia que se repetiram na saga atual.
Continuando o sucesso, Rick Riordan aumenta o pano de fundo de conhecimento. "O Herói Perdido", primeiro da coleção "Os Heróis do Olimpo", retoma o universo de Percy Jackson, trazendo inclusive alguns personagens já conhecidos, mas colocando novos semideuses em foco.
Na Antiguidade, quando o Império Romano conquistava um novo povo adquiria algumas das características para facilitar a absorção dessa nova cultura. Quando conquistaram a Grécia mantiveram esta política e, por conta disso, todo o panteão grego tem seu correspondente romano.
É com esta ideia que a nova série trabalha. Jason, um garoto desmemoriado que acorda ao lado de outros semideuses, não faz ideia de quem seja ou que estava fazendo ali. Aos poucos pequenos flashes de memória surgem e vão apresentando ao leitor quem é este sujeito.
Ele está ao lado de Piper e Leo, que tem memórias vívidas de uma vida com ele, mas que não passam de um truque, aparentemente de Hera. O mais estranho no garoto é que ele parece já ter passado por um treinamento semelhante ao do Acampamento Meio-sangue, mas com algumas diferenças.
Jason fala latim perfeitamente, reconhece os deuses por seus nomes romanos e suas técnicas de combate são as mesmas das legiões do Império. Ainda assim, ele está profundamente ligado a uma nova profecia que promete mais destruição que a saga anterior.
Completando o cenário está o sumiço de Percy Jackson, fato que está diretamente relacionado ao estranho rapaz. Tudo só aumenta mais a desconfiança de quem ele seja e que tipo de vida tinha antes de acordar ao lado de Piper e Leo, além de deixar claro que o que irão enfrentar será grande.
Riordan mantém o estilo que o deixou famoso, fazendo com que não se largue o volume até a última página. Os mistérios apresentados também são resolvidos, mas não sem deixar a curiosidade aguçada para o próximo título.
*
O Herói Perdido
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Páginas: 432

Fonte: Folha



15 de junho de 2011

Outro trecho de The Son of Neptune










Oi gente! O site percy jackson brasil postou a pouco tempo mais um pouco do novo livro da série Os Herois do Olimpo. Para lerem o post clique AQUI! Vai entrar no site deles.

Eu não posso postar no Blog, porque o direito autoral é todo deles, eles que tiveram o trabalho de traduzir e tal... e não vou simplesmente copiar e postar no blog! Então entrem no site e leiam! Beijos xD

14 de junho de 2011

Parceria entre a Intrínseca e o Museu Nacional de Belas Arte



Leia a baixo a noticia que a Intrínseca divulgou no site oficial do Os Heróis do Olimpo:



No próximo sábado, dia 18 de junho, os leitores cariocas do universo de Percy Jackson ficarão, de fato, mais próximos do Olimpo. Numa parceria inédita, que comemora o lançamento da nova série de Rick Riordan, Os heróis do Olimpo, a Editora Intrínseca e o Museu Nacional de Belas Artes conduzirão os jovens a uma visita guiada pelo acervo de cultura grega do MNBA. Além de explorar a mitologia grega e relacioná-la com as aventuras narradas por Riordan, a iniciativa pretende estimular nos adolescentes o hábito de frequentar espaços culturais e de dividir essa experiência com os amigos.
A programação do dia 18 começará às 10h, com o tradicional evento de lançamento na Livraria Saraiva Ouvidor, organizado pelo fã-clube, com gincanas e distribuição de brindes exclusivos da série. A segunda etapa será capitaneada por Victor Correia, historiador e instrutor de heróis, que guiará os participantes pelo Centro do Rio, da livraria até o museu, ressaltando as influências da mitologia grega na arquitetura da cidade, e pelo MNBA,  cujo acervo conta com reproduções de deuses, de amazonas e de outras representações da cultura greco-romana citadas na obra de Riordan.

 Veja o convite:
Clique na imagem para aumentar




12 de junho de 2011

Novo Poster de "Os Três Mosqueteiros"



Veja abaixo o novo poster de “Os Três Mosqueteiros”, que traz fotos dos personagens com D’Artagnan (Logan Lerman) em destaque:


Clique na imagem para aumentar

No Ar: O Site brasileiro dos Heróis do Olimpo









Pouco tempo depois do lançamento do livro um da série Os Heróis do Olimpo, O herói perdido, o site oficial brasileiro estreou e nele você pode ver informações sobre os personagens, deuses, o autor, notícias e muito mais. 



Links:   Site dos Heróis do Olimpo


Fonte:  Campo Meio Olimpiano


Afrodite e seus amantes

Oi gente! Como hoje é dia dos namorados, vou contar uns segredinhos sobre Afrodite... Espero que gostem!


OS AMANTES DE AFRODITE

Segundo a Teogonia de Hesíodo, Cronos (tempo), o mais jovem dos Titãs, filho de Gaia (Terra) e de Urano (Céu), nutria intenso ódio por seu pai. Um dia, quando Urano veio se estender sobre Gaia, Cronos saiu de seu esconderijo, e com uma foice de dentes agudos castra o pai e lança ao mar o membro cortado que ejacula uma última vez. Da espuma nasce Afrodite (Aphroditê = espuma do mar), a ciumenta deusa da beleza, do amor, do desejo e da sexualidade. Possuía um cinturão mágico de grande poder sedutor, cujos efeitos eram irresistíveis.
Casou-se com Hefesto (deus do fogo), coxo e um dos mais feios deuses do Olimpo. Porém, nunca se satisfez em ser a esposa caseira e, por isso não hesitava em arrumar amantes.
Com Hermes (mensageiro dos deuses) deu à luz a um menino que tinha os dois sexos; recebeu o nome de Hermafrodito. Eros (deus da paixão) e Anteros (deus da ordem) foi o que lhe deu Ares (deus da guerra). Seduziu Dionísio (deus do vinho) com o qual teve um filho chamado Priápo (deus da fertilidade). Este era tão promíscuo que os deuses proibiram sua entrada no Olimpo. Outro que não resistiu a magia de seu cinturão foi Apolo (deus do Sol), teve com ele o filho Himeneu (deus do casamento).
Entretanto, sua verdadeira paixão foi o jovem, belo e mortal Adônis; no entanto Afrodite teve de disputar a companhia do jovem com Perséfone. Afrodite pediu a ajuda de Zeus que se recusou a ser o juiz, passando o caso para um tribunal presidido pela musa Calíope que sentenciou: Afrodite e Perséfone teriam o mesmo direito sobre Adônis. Ele passaria um terço do ano com cada uma delas, e o terço restante poderia descansar das deusas insaciáveis. No entanto, Adônis, que preferia Afrodite, permanecia com ela os oito meses. Perséfone, ofendida, segredou a Ares que sua amante secreta iria trocá-lo por um vil mortal. Ares, sentindo-se ultrajado, tomou a forma de um javali e enquanto Adônis caçava, o matou com uma "chifrada" mortal. Afrodite teve com ele três filhos: dois mortais e um imortal.
 Outro caso famoso de Afrodite foi com o também mortal Anquises (príncipe troiano, primo do rei Príamo) com quem teve Enéias, herói da Guerra de Tróia.
As deusas Venus (romana), Freya (nórdica), Turan (etrusca), Ishtar (mesopotâmica), Inanna (suméria) e Astarte (mitologia babilônica), têm tudo a ver com Afrodite.